Tenente da PM ajuda vendedor de picolé a realizar o sonho de ser policial e vídeo viraliza

Um gesto simples e digno de motivação de um jovem vendedor de picolés, foi elogiado por policiais militares em um vídeo publicado recentemente nas redes sociais. O que parecia ser somente mais um dia de trabalho para os nossos protagonistas, se tornou uma data especial e carregada de emoção.

Durante patrulhamento na praça Deodoro, região central da capital maranhense, na tarde desta quarta-feira (02), o Tenente Arraes do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM), presenciou uma cena que chamou bastante atenção. Do outro lado da praça, estava o vendedor de picolés Renilson Nunes, que se concentrava em ler uma apostila durante uma venda e outra.

“Começamos o patrulhamento na praça e quando eu estava indo para a viatura, avistei ele estudando em uma banco com uma apostila suja e muito velha, e fiquei observando por um tempo. Logo percebi que enquanto lia, enquanto vendia também o picolé em sua bicicleta adaptada, e fui conversar com ele pra entender melhor o que estava acontecendo”, disse o tenente.

Ao se aproximar do vendedor, Arraes percebeu que a apostila era voltada a conteúdos para concurso público. A atitude de imediato logo chamou atenção dos policiais que ali estavam e resolveram fazer o primeiro vídeo, mostrando a garra e força de vontade de Renilson.

Mas, durante uma conversa mais extensa com o vendedor, os PMs se emocionaram ao terem conhecimento da história de vida do jovem, que trabalha desde os 7 anos de idade e há cerca de três meses, pedala todos os dias do bairro Anjo da Guarda, onde mora, até a Praça Deodoro para vender os picolés.

O sonho de Renilson é passar em um concurso da Polícia Militar ou Guarda Municipal, e por isso, durante os intervalos do trabalho, senta em um banco e estuda com a apostila doada por um amigo. Emocionado, ele lembra da infância difícil que teve.

“No ensino fundamental, os professores sempre pediam para que os alunos cuidassem dos seus livros, cadernos, e eu precisava ter mais zelo com os meus, porque eu mesmo os comprava. Como na época da escola eu já trabalhava, eu mesmo arcava com os materiais. Felizmente eu consegui passar todas as dificuldades e concluí os estudos”, conta.

Com o intuito de ajudar o vendedor, o Tenente Arraes gravou um outro vídeo e explicou a situação de Renilson, além de ter se oferecido a pagar um cursinho preparatório para o vendedor. E o resultado deu certo! Depois de ter viralizado nas redes sociais, diversas pessoas, empresas e também instituições de ensino que oferecem cursinhos preparatórios para concurso público, já entraram em contato com o jovem e se ofereceram para ajudá-lo.

Para os dois, fica o sentimento de gratidão.

“É gratificante tudo isso que está acontecendo. Muitos colegas vieram me dar os parabéns pela atitude, e eu sei como é isso porque eu também já fui ajudado. Não cheguei a passar por essa situação, mas graças a Deus tive a sorte de ter recebido ajuda e ter chegado onde estou. Me ofereci em ajudar porque admiro a força de vontade dele”, conta o tenente Arraes.

“Me sinto extremamente feliz com tudo o que está acontecendo. Já mandei uma mensagem cedo agradecendo o tenente e agradeço a todos que estão me oferecendo ajuda. Tenho muita vontade de vencer na vida“, comenta o vendedor Renilson.