Quase 6 mil focos de queimadas foram registrados na Amazônia maranhense entre 2019 e 2020

O Maranhão registrou 5.782 focos de queimadas na região da floresta amazônica. Os dados foram coletados pela plataforma web TerraBrasilis desenvolvida pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) entre agosto de 2019 e outubro de 2020.

O número de queimadas diminuiu no estado no mês de outubro deste ano em comparação ao ano passado. No mês de referência em 2019, foram registrados 861 focos de queimadas, já em 2020, esse número foi de 754. Foram 107 casos a menos desde o início dos registros na temporada.

Já o mês de setembro do ano passado foi o que mais registrou focos de queimadas no estado, com cerca de 1.700 na região. Em contrapartida, os meses de março e abril deste ano, foram os que menos apresentaram registros, 1 em cada.

Segundo o Inpe, durante a pandemia, o número de ocorrências teve um aumento de 175%. Os dados apontam que entre os meses de março e julho de 2020, a região da Amazônia maranhense registrou 110 focos de queimadas, enquanto 40 focos foram registrados no mesmo período no ano passado.

A maioria dos focos de incêndio este ano se concentrou na região sul do estado.