TSE: 368 urnas foram substituídas até o meio dia; 13 urnas no Maranhão

No segundo boletim divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que saiu ao meio dia, o Maranhão chega a 13 urnas substituídas. O TSE informou neste domingo, 29, que 368 urnas precisaram ser substituídas neste segundo turno das eleições municipais. Não houve, contudo, registros de necessidade de voto manual.

Em São Paulo, Estado com o maior número de urnas substituídas, 103 unidades foram trocadas. Já no Rio de Janeiro, foram 95 substituições.

A troca é feita para garantir a continuidade da votação. Para isso, o País dispõe de 48.231 urnas de contingência. O TSE informou que 38.284.410 eleitores estão aptos a registrar votos neste segundo turno das eleições, que ocorre em 57 cidades, incluindo 18 capitais.

Para quem precisa justificar a ausência do voto, o Tribunal relatou que o aplicativo e-Título “tem funcionado adequadamente e sem instabilidade”. No primeiro turno, o excesso de acessos provocou instabilidade na ferramenta. A justificativa pelo e-Título neste domingo vale para quem está fora de seu domicílio eleitoral e realizou o cadastro até ontem às 23h59.

A justificativa também pode ser feita presencialmente em qualquer seção eleitoral. Após a votação, quem não conseguiu ir votar tem até 60 dias para justificar pelo aplicativo, site ou presencialmente em cartório. O TSE informou que é preciso anexar documento que comprove o motivo da ausência.

O primeiro boletim do órgão foi divulgado às 10h, com dados atualizados até às 9h27. O segundo informativo foi divulgado ao meio-dia. O Tribunal informou ainda que 364.414 eleitores justificaram ausência por meio do e-Título até às 10h.