TRF-1 tira site do ar após suspeita de ataque hacker; Maranhão, DF e 12 estados são afetados

Um ataque hacker pode ter atingindo os sistemas do Tribunal Regional da Primeira Região (TRF-1), nesta sexta-feira (27). O TRF1 abriga processos do Maranhão, Distrito Federal e mais 12 estados.

O ataque foi comemorado nas redes pelo grupo, que afirma ter capturado 40 bases de dados do tribunal, e que, dessa forma, conseguiu mostrar a “vulnerabilidade” do sistema do TRF-1. O tribunal, que abrange casos de 13 Estados e do Distrito Federal, é o que abriga mais processos no País.

O TRF-1 reúne processos dos seguintes estados:

  • Acre
  • Amazonas
  • Roraima
  • Rondônia
  • Amapá
  • Pará
  • Mato Grosso
  • Tocantins
  • Maranhão
  • Piauí
  • Bahia
  • Minas Gerais
  • Goiás
  • Distrito Federal

Em um site usado por hackers para expor vazamentos, foram publicados nomes de arquivos que estariam em quatro das 47 bases de dados do TRF-1 acessadas pelos invasores.

Os arquivos, no entanto, não foram publicados no vazamento. A assessoria do TRF-1 confirma o ataque e diz que o banco de dados do tribunal “está em manutenção para analisar uma possível falha na segurança”. “A equipe do tribunal está avaliando agora, mas a princípio houve somente uma divulgação de material que já era de domínio público.”

Após o ataque, o site do tribunal foi retirado do ar para adoção de medidas preventivas. Segundo informou o órgão, a Secretaria de Tecnologia da Informação colocou todos os serviços em “modo restrito” para investigação e providências. “Não se identificou nenhum ativo de Tecnologia da informação comprometido”, diz o TRF-1.

*Com informações do Estadão Conteúdo