MP recomenda afastamento de secretário de Agricultura e Abastecimento de Carolina

O secretário de Agricultura e Abastecimento de Carolina, Elizandro Lima, é suspeito de praticar abate clandestino de animais, interferência política e descumprir de normas sanitárias.

De acordo com investigações, o fornecedor Eduardo Feitosa, pessoa ligada ao secretário Elizandro Lima, teria ido ao matadouro fora do horário de inspeção e sem obedecer as normas sanitárias vigentes. Apesar da resistência do funcionário responsável pelo abate, que insistiu pelo cumprimento da legislação como forma de assegurar as normas sanitárias, Feitosa se utilizou da influência de Elizandro Lima para burlar as regras, negligenciando a inspeção dos animais.

A denúncia também relata que secretário se utilizou da autoridade como secretário para ordenar que o responsável técnico pelo abatedouro desobedecesse leis e normas sanitárias vigentes para abater os animais do fornecedor, sob pena de abertura de procedimento administrativo-disciplinar contra o funcionário do matadouro. O caso foi registrado em Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

O MP pediu providências para que casos como esses não voltem a acontecer, bem como um processo administrativo-disciplinas para apurar a conduta do secretário Elizandro Lima. Além disso, também foi solicitada a nomeação de um novo secretário com habilidades técnicas competentes para o cargo, bem como o envio de um relatório no prazo de 10 dias comprovando que as normas sanitárias são obedecidas no abatedouro.

O documento ministerial foi assinado pelo titular da Promotoria de Justiça de Carolina, Marco Túlio Rodrigues Lopes.

*Com informações do Ministério Público