OAB-MA divulga as vencedoras do concurso de redação “30 anos do ECA” organizado pela instituição

Após a leitura e análise minuciosa de cada redação inscrita no Concurso de Redação Três Décadas do Estatuto da Criança e do Adolescente, que teve como tema ‘A gravidez precoce em questão no Brasil: o que fazer diante desse problema?’, a OAB Maranhão divulga as três primeiras colocadas: Natália Rosa Vinhaes, Caroline Moreira de Souza e Larissa Rosa Vinhaes.

Para a correção dos textos, foram considerados os seguintes aspectos: Modalidade Escrita Formal em Língua Portuguesa, Compreensão da Proposta de Redação, Seleção e Organização dos Argumentos, Construção da Argumentação, Proposta de Intervenção, além de outros critérios relacionados à Situação do Texto, especificados no edital.

Quem melhor soube seguir estes critérios foi Natália Rosa Vinhaes, conquistando o primeiro lugar com 960 pontos. Natália cursa o 8º ano do Ensino Fundamental no 1º Centro Educacional Montessoriano Reino Infantil. Em segundo lugar, também com 960 pontos, ficou Caroline Moreira de Souza, estudante do 9º ano do Ensino Fundamental no  Colégio Dom Bosco. E, em terceiro lugar, atingindo a marca de 920 pontos em sua redação, ficou Larissa Rosa Vinhaes, aluna do 3º Centro Educacional Montessoriano Reino Infantil, cursando o 6º ano do Ensino Fundamental.

Como as redações das candidatas Natália e Caroline obtiveram o mesmo número total de pontos, a organização do Concurso precisou utilizar os critérios de desempate, descritos no item 4.3 do edital. De acordo com o item, ao haver empate, é preciso analisar, primeiramente, a maior pontuação atingida na competência 1: modalidade escrita formal em Língua Portuguesa. E, nesse quesito, que é o primeiro critério de desempate, ou seja, de maior prioridade, foi constatado que a pontuação de cada uma aconteceu de maneira diferente na competência 1.
Natália obteve 200 pontos, enquanto a Caroline obteve 160, gerando então uma diferença de 40 pontos, o que determinou o desempate.

Para a primeira colocada, Natália Vinhaes, será entregue um Notebook; já Carolina Moreira, segunda colocada no concurso, receberá um Telefone Celular e, ocupando o terceiro lugar, Larissa Rosa Vinhaes terá uma poupança no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais). A data de entrega dos prêmios está marcada para o dia da Sessão do Conselho Seccional.

Ismael Veras, Presidente da Comissão de Defesa da Criança e do Adolescente, avaliou de forma positiva o Concurso. “Nossas expectativas foram superadas e estamos muito satisfeitos. Em breve, faremos a entrega dos prêmios às merecidas vencedoras do concurso”, comentou Veras.

Para Fábio Oliveira, professor de Língua Portuguesa há 27 anos e um dos avaliadores da redação, o nível das redações foi bem alto. “Eu considero elevado o nível dos candidatos. As redações demonstraram um alto grau de informação em relação ao tema, com bastante propriedade, um bom domínio da norma culta gramatical e, sobretudo, da estrutura do texto dissertativo-argumentativo”, avaliou.

Ao todo, o Concurso teve 21 redações inscritas. Os textos classificados entre o 1º e o 10º lugar farão parte de uma coletânea de redações, publicadas futuramente pela Seccional. A OAB Maranhão parabeniza cada jovem escritor e escritora que se dispôs a participar do Concurso.