Família pede doação de sangue para paciente internado após aneurisma

A família de Luís Cupido da Silva Machado, português ratificado no Brasil e que reside em São Luís há 14 anos, está pedindo doação de sangue do tipo A negativo. O homem de 52 anos, está internado na Upa do Vinhais, leito 4, na área vermelha, após ter sofrido um aneurisma.

A família informou que o paciente, internado há dois dias, precisa de três bolsas do tipo sanguíneo para que que seja então transferido para o Hospital Carlos Macieira e dê continuidade ao tratamento.

As doações podem ser feitas diretamente no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (HEMOMAR), no bairro Jordoa, em São Luís. Mais informações com os familiares de Luís: Cícera Pereira Veloso (98) 9969-9547 e Andrea Pereira Veloso (98) 98811-1266.

Quem pode doar plaquetas?

Pessoas com idade entre 18 e 69 anos; que pesem mais que 50 quilos; estejam em boas condições de saúde; e não façam uso de ácido acetilsalicílico (AAS) e anti-inflamatórios podem doar plaquetas.

O sangue é retirado da veia de um dos braços, como na doação convencional. A diferença é que o sangue passa por um equipamento que retém parte das plaquetas e retorna para o doador, com todos os outros elementos. Esse processo é feito de forma segura com material descartável e livre de contaminações. Esta doação, que deve ser agendada com antecedência, dura cerca de uma hora e meia.