Polícia Federal bate recorde de apreensões de bens do tráfico de drogas

 A Polícia Federal (PF) bateu recorde de apreensões de bens que encontravam-se em poder das organizações criminosas que atuavam no tráfico de drogas.

Até o momento, em 2020, já foram mais de R$ 666 milhões em bens apreendidos, um recorde histórico.

Foram apreendidos pela PF imóveis, automóveis de luxo, lanchas, aviões, helicópteros, jóias, além de bloqueio de contas correntes e dinheiro em espécie.

Esse resultado ocorreu com a deflagrações de operações de combate ao tráfico e ao crime organizado, com foco na descapitalização patrimonial das organizações criminosas, na prisão de suas principais lideranças e na cooperação policial internacional.