Cidades do Maranhão começam a receber força policial para o 1° turno das eleições

Algumas cidades do Maranhão já começaram a receber reforço policial para o primeiro turno das eleições 2020 que será realizado no próximo domingo, dia 15 de novembro. O uso das forças policiais tem a finalidade de garantir a normalidade do pleito durante todo o dia.

De acordo com subcomandante geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), coronel Nilson Ferreira, o reforço policial será empregado em todas as cidades do Maranhão.

“Alguns reforços partirão de São Luís e outros terão incrementos com o efetivo local que deixaram de tirar férias ou tiveram suas escalas readequadas para esse período. A partida já aconteceu para várias cidades. Os demais sairão na manhã do dia 12 de novembro”, afirma.

FORÇA FEDERAL NO MARANHÃO

No Maranhão, 98 municípios solicitaram apoio das Forças Armadas durante o primeiro turno das eleições deste ano. A decisão foi aprovada por unanimidade pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na sessão de julgamento do último dia 27 de outubro.

Segundo o tenente-coronel Sousa Filho, comandante do 24° Batalhão de Infantaria de Selva (24° BIS), o comando já está trabalhando com esses números para finalizar os planejamentos necessários e passar os direcionamentos para a brigada que irá atuar no Maranhão. As tropas do estado receberão também reforço de tropas vindas de fora para atender as demandas desses municípios.

Ainda segundo o coronel, há uma parceria com o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) e segurança pública do estado para que toda segurança seja feita no dia 15 de novembro.

“Desde julho estamos em tratativa com o desembargador Tyrone Silva, presidente TRE-MA, bem como a coordenação dos órgãos de Segurança Pública, além do comando da PMMA, para coordenar o emprego de todas as forças e permitir que a população tenha um ambiente mais tranquilo para exercer o seu direito, o voto”, ressaltou o coronel.

Ele reforça que o número de solicitações este ano foi bem maior se comparado ao último período eleitoral. Para os municípios do interior do estado, as tropas devem estar se deslocando no meio da semana. Já para a capital e municípios da região metropolitana, os agentes devem chegar um dia antes das eleições. Em especial na capital, o coronel finaliza afirmando que entrou em contato com o TRE-MA que vai verificar juntamente ao juiz eleitoral responsável pela solicitação, quais os bairros efetivamente irão precisar de um reforço maior.

No mês passado, uma reunião com autoridades que compõem o Comitê de Segurança Ostensivo das Eleições 2020, teve como objetivo alinhar estratégias que serão adotadas durante o período eleitoral.

Durante a reunião, o coronel Nilson, subcomandante da Polícia Militar, mostrou que a instituição prevê gastar quase 2 milhões e meio de reais com diárias e transporte, entre outras despesas, dos cerca de 6.800 policiais que atuarão no pleito.

Já o Corpo de Bombeiros reafirmou o compromisso de contribuir para as eleições seguras, o que também foi afirmado pelas Polícias Federal, Civil, Exército e Rodoviária, e ainda pela Capitania dos Portos. O 24º Batalhão de Infantaria de Selva, em especial, tem contribuído com o Regional no armazenamento e distribuição das 69 toneladas de equipamentos de proteção individual doados à Justiça Eleitoral.