Maranhão registra 3.817 pedidos de restituição do DPVAT

O Maranhão contabiliza 3.817 pedidos de restituição dos Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres (DPVAT) em 2020, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (4) pela Seguradora Líder, administradora do consórcio que gere o seguro. O Maranhão é o quarto com maior número de solicitações no Nordeste. No ranking nacional, ocupa a 12ª colocação.

A pouco menos de dois meses para o fim do ano, mais de 900 mil brasileiros já solicitaram a restituição do Seguro DPVAT. O reembolso, direito de quem pagou o Seguro do exercício 2020 com o valor de 2019, está disponível desde o dia 15 de janeiro e varia entre R$10,98 e R$72,28, de acordo com a categoria do veículo.

Para solicitar o estorno, basta acessar a plataforma disponibilizada pela Seguradora Líder, administradora do consórcio que gere o Seguro e preencher os dados solicitados. Se as informações estiverem corretas, o valor será depositado, diretamente na conta corrente ou conta poupança do proprietário do veículo, em até dois dias úteis.

Para realizar a solicitação é necessário informar:

• CPF ou CNPJ do proprietário do veículo;
• Renavam do veículo;
• E-mail e telefone de contato;
• Data em que foi realizado o pagamento;
• Valor pago;
• Banco, agência e conta corrente ou conta poupança do proprietário do veículo.

Em caso de dúvidas, a Seguradora Líder também disponibilizou em seu canal no Youtube um passo a passo detalhado de como fazer o pedido, além de respostas às principais dúvidas sobre o procedimento.

Até o momento, em todo o Brasil, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Pernambuco são os estados com maior número de solicitações de reembolso.

Sobre o Seguro DPVAT

O DPVAT é um seguro obrigatório de caráter social que protege os mais de 212 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito, sem apuração da culpa. Ele pode ser destinado a qualquer cidadão acidentado em território nacional, seja motorista, passageiro ou pedestre, e oferece três tipos de coberturas: morte (valor de R$13.500), invalidez permanente (de R$135 a R$13.500) e reembolso de despesas médicas e suplementares (até R$2.700). A proteção é assegurada por um período de até três anos.