Briga entre assessor de deputado e suposto segurança de candidato a prefeito vira caso de polícia

Uma briga envolvendo um suposto funcionário de candidato a prefeito de São Luís e um assessor de deputado estadual virou caso de polícia, em São Luís. Um vídeo de 08 segundos é interrompido quando a vítima cai no chão, mas as gravações mostram o início das agressões.

O homem que fazia as gravações e foi atacado, é assessor do deputado Wellington do Curso, que divulgou nota repudiando o ato violento. Veja abaixo:

O fato aconteceu na entrada do bairro Anjo da Guarda, onde um candidato ao cargo de prefeito cumpria uma agenda. A vítima iniciou as filmagens por conta de um princípio de incêndio que teria sido provocado no evento político. No mesmo dia foi registrado um boletim de ocorrência; a vítima passou por atendimento medico, fez exames e precisar fazer uma cirurgia.

Veja abaixo a nota na íntegra enviada pela assessoria do candidato a prefeito Duarte Júnior (Republicanos):

NOTA

Devo esclarecer algumas mentiras contra mim:

1º Não tenho segurança e não faço ideia de quem seja a pessoa do vídeo.

2º Não apareço na imagem nem ninguém da minha equipe.

3° Não temos qualquer ligação com incêndio.

Registro mais uma vez que não participo de eventos com fogos. Se ocorrer, me retiro do local em respeito aos autistas, idosos e animais.

Destaco que encaminhei essa orientação a todos os candidatos da nossa coligação. Por fim, espero que os que descumprem a lei sejam punidos com todo o rigor.