“Não vai haver demissão de funcionário público”, afirma Jeisael durante sabatina

O segundo entrevistado da sabatina realizada pela TV Difusora no programa na Hora D, Jeisael Marx, da Rede, afirmou que não haverá demissão em massa de funcionários públicos caso seja eleito prefeito de São Luís. A informação foi dita após ser questionado pela apresentadora Keith Almeida sobre a diminuição das secretarias de 33 para 19 em seu plano de governo.

De acordo com o candidato que disputa pela primeira vez a prefeitura da capital maranhense, o corte de gastos que culmina na extinção das secretarias é necessário. “A partir do momento em que eu diminuo de 33 para 19 secretarias, eu tenho menos 14 secretários adjuntos, menos 14 carros à disposição, menos 14 prédios alugados. É dessas economias que falo”, afirma Jeisael.

O candidato ainda afirmou durante sabatina, que com o corte de gastos poderá se refletir quanto aos salários pagos atualmente aos secretários. “Se eu tenho um funcionário que ganha R$ 13 mil reais, e um que ganha R$1.300, eu precisaria demitir no mínimo 10 para ter essa economia de R$ 13 mil reais, com apenas menos um secretário, eu tenho a mesma economia”, enfatizou o candidato.

Jeisael também explicou como irá funcionar uma das suas principais propostas de governo que é a participação popular na gestão municipal.

“Eu defendo um lema, prefeito cidadão, cidadão prefeito, participando efetivamente da gestão municipal, através do orçamento participativo. Os bairros têm diversos problemas e nem sempre a prefeitura vai poder resolver todos, então o importante é que o cidadão aponte quais as prioridades e isso entra no orçamento do município e a prefeitura executa, fora isso tem outras formas de participação também, inclusive com a própria mão de obra, através do programa mutirão nosso bairro, a prefeitura vai realizar pequenas obras nos bairros, com a mão de obra da própria comunidade, isso através de um edital com uma instituição fornecendo material e contratando as pessoas. Essas são algumas das formas de participação popular efetiva”, concluiu.

O candidato ainda abordou temas como a criação de subprefeituras, nova licitação para o transporte público e ampliação do modelo hibrido de ensino na rede Municipal, e respondeu aos eleitores sobre mobilidade urbana, mercado de trabalho.

A sabatina segue até o dia 7 de novembro com a participação de todos os candidatos candidatos a prefeitura de São Luís. Nesta quinta-feira será a vez de Rubens Júnior do PCdoB.