MPT orienta empresas de teleatendimento a adotarem normas contra a Covid-19

Brasília – Em nova nota técnica divulgada nesta terça-feira (27), o Ministério Público do Trabalho (MPT) orienta empresas de teleatendimento a adotarem medidas para proteger a saúde dos trabalhadores durante a pandemia de Covid-19.

O documento traz diretrizes subdivididas em cinco eixos: medidas de vigilância em saúde do trabalhador, medidas administrativas, medidas sanitárias, programas de saúde e segurança do trabalho e gestão de riscos e da saúde ocupacional e medidas de informação aos trabalhadores.

Entre as orientações estão: aceitar a autodeclaração do empregado a respeito do seu estado de saúde, relacionado a sintomas da Covid-19; garantir o imediato afastamento das atividades dos profissionais com sintomas da doença; retirar da organização das escalas de trabalho presencial os trabalhadores que fazem parte de grupos de risco; proibir o compartilhamento de equipamentos de trabalho, como headseats, mouse e teclado.

Clique aqui para ler o documento.