Flávio Dino questiona afirmação de Bolsonaro sobre investimento em cura ao invés de vacina para a COVID-19

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta segunda-feira (26) que seria mais fácil e barato investir em uma cura para a Covid-19 do que em uma vacina, e voltou a defender o uso de medicamentos sem comprovação científica para combater a doença.

Em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que o desenvolvimento de vacinas leva tempo e não há motivo para “correr em cima dessa (contra a Covid-19).”

“Eu dou minha opinião pessoal: não é mais barato e fácil investir na cura que na vacina? Ou jogar nas duas mas também não esquecer a cura?”, defendeu. “Eu sou um exemplo. Eu tomei cloroquina, outros tomaram ivermectina outros tomaram Annita… e pelo que tudo indica todo mundo que tomou precocemente uma das três alternativas aí foi curado”, disse o presidente.

Por meio de um perfil em suas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino, questionou a afirmação do presidente. Veja abaixo:

Flávio Dino projetou possível valor de dose da vacina e ponderou se não seria mais barata que um dia de internação hospitalar. “Vamos imaginar que um dia haja uma vacina contra o coronavírus testada e aprovada. E vamos imaginar que a dose custe R$ 100,00. Será que o despreparo de Bolsonaro é tanto que ele não entende que isso é muito mais barato do que um único dia de internação hospitalar?”, finalizou.