Corpo de Bombeiros entrega mais de 270 mil cestas de alimentos no Maranhão

Entre as medidas de contenção, prevenção e combate do novo coronavírus, o Governo do Estado realiza ação de distribuição de alimentos para maranhenses em vulnerabilidade social. Um total de 271.773 cestas básicas com gêneros de primeira necessidade foram entregues em 51 municípios, entre os meses de abril e outubro. As entregas continuam na região sul e sertão do Estado e vão alcançar outras áreas. O trabalho é coordenado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) e integra a série de ações do governo para amenizar os prejuízos acumulados com a pandemia. 

“A missão do Corpo de Bombeiros está justamente no atendimento à população, e, neste momento, há muitas pessoas em vulnerabilidade social e afetadas pela pandemia do novo coronavírus. Neste cenário de pandemia e de muitas dificuldades, essa iniciativa solidária trouxe esperança e alento para milhares de famílias no Maranhão. Nos sentimos satisfeitos por estar na linha de frente deste trabalho e poder fazer mais alegre a vida de quem recebe esse apoio”, pontuou o comandante geral do CBMMA, coronel Célio Roberto de Araújo. 

Nesta etapa, as entregas se concentram nas cidades de Balsas, Nova Iorque, Pastos Bons, Paraibano, Mirador e Sucupira do Norte. As cestas vêm com uma variedade de alimentos de primeira necessidade como arroz, feijão, macarrão, café, açúcar, bolacha e outros itens. As cestas básicas de alimentos são adquiridas a partir de parceria entre o Governo do Estado, a Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), instituições da iniciativa privada e organizações não-governamentais.

Na lista de áreas atendidas, já receberam os alimentos famílias da capital (mais de 56 bairros alcançados), Raposa, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Itapecuru-Mirim, Trizidela do Vale, Imperatriz, Açailândia, Barreirinhas, Caxias, Chapadinha, Bacabal, Timon, Pinheiro, Santa Inês, Presidente Vargas, Lago da Pedra, Presidente Dutra e Nina Rodrigues. 

Os alimentos também chegaram a comunidades indígenas, auxiliando cerca de mil indígenas dos Territórios de Morro Branco e Bacurizinho, em Grajaú; Território Cana Brava, em Jenipapo dos Vieiras; e indígenas de Barra do Corda.

“As entregas vão continuar e esta é mais uma medida de enfrentamento às consequências da Covid-19. O governador Flávio Dino vem trabalhando desde o início da pandemia, na execução de políticas assistenciais às famílias carentes”, reforçou o coronel Célio Roberto de Araújo.