Oito pessoas foram presas por poluição sonora nas praias do Araçagy e do Meio

Durante atividades de continuidade da Operação Harpócrates, na tarde do último sábado (24), oito pessoas foram presas nas praias do Araçagy e do Meio por poluição sonora. Participaram da operação o Ministério Público do Maranhão, o Batalhão de Policia Militar Rodoviária, o 8º Batalhão de Polícia Militar do Maranhão, 1° Corpo de Intervenção, a Polícia Civil e a SMTT.

Segundo o promotor Cláudio Guimarães, aproximadamente 90 pessoas foram presas desde o início da operação, em agosto deste ano.

Dentre os presos estavam sete homens e uma mulher, os detidos utilizavam excessivamente de som automotivo, além de utilizar inapropriadamente da descarga adulterada em motocicletas. Sete dos oito presos já foram liberados após o pagamento da fiança.

“A única pessoa que continua presa é um ex-agente penitenciário. Com ele foram encontrados 20 mil reais sem procedência indicada, uma pistola .40, além da constatação do extremo uso de som automotivo. Como a somatória das penas pelos indícios encontrados ultrapassam 4 anos, ele foi conduzido a Penitenciária de Pedrinhas”, afirmou o promotor.

Durante as abordagens foi utilizado o decibelímetro para medição do volume, na ocasião, o perito do Instituto de Criminalística verificou que o som dos veículos fiscalizados estavam em desacordo com as normas da legislação vigente.

A fiança para motociclistas com veículos com descarga adulterada é de R$ 1.045, já para motoristas com som automotivo acima de 80 decibéis é de R$ 5.000.