Ketleyn Quadros perde na disputa pelo bronze em Grand Slam de Judô na Hungria

O Brasil ficou fora do pódio no segundo dia de disputas do Grand Slam da Hungria de Judô, em Budapeste. Depois de Willian Lima (66kg) conquistar o bronze na sexta-feira, quem esteve próxima de repetir esse resultado neste sábado foi Ketleyn Quadros (63kg), mas ela perdeu a luta decisiva.

Décima colocada no ranking, Ketleyn perdeu para a russa Daria Davydova, número 19 do mundo. A brasileira chegou a abrir um waza-ari de vantagem, mas cedeu a virada e ficou em quinto lugar

Na sua campanha em Budapeste, Ketleyn estreou com vitória por ippon sobre a francesa Agathe Devitry, mas perdeu nas quartas de final para a venezuelana Anriquelis Barrios em luta decidida nas punições. Na repescagem, ela derrotou a polonesa Agatha Ozdoba-Blach por ippon, mas aí sucumbiu na disputa do bronze.

A peso médio (70kg) Maria Portela estreou com vitória por ippon sobre a russa Alena Prokopenko, nas oitavas de final, mas depois perdeu duas lutas seguidas, para a vice-campeã mundial Barbara Timo (Portugal), por excesso de punições, e a atual campeã Marie-Éve Gahié (França), por waza-ari.

Também neste sábado, Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg), Guilherme Schimidt (81kg) e João Pedro Macedo (81kg) foram derrotados logo na primeira luta.

O Grand Slam na Hungria prossegue neste domingo com a participação de oito brasileiros. São eles: Maria Suelen Altheman (+78kg), Beatriz Souza (+78kg), Rafael Macedo (90kg), Marcelo Gomes (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Silva “Baby” (+100kg) e David Moura (+100kg)