Multas contra preços de materiais de construção já somam quase R$ 250 mil no Maranhão

O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) apura denúncias de aumento injustificado de preços dos materiais de construção em todo o estado.

As ações para apurar denúncias iniciaram no mês de julho deste ano. Até agora, 19 estabelecimentos já foram multados em todo o Maranhão, valores que somam R$ 248.537,44 em sanções.

Ao todo, mais de 100 estabelecimentos já foram fiscalizados. Desses, 19 já foram multados em decorrência do descumprimento de notificação e por constatação de aumento injustificado no período de pandemia. Os valores das multas variam de acordo com o porte dos estabelecimentos e aumentos praticados. 

O órgão segue analisando as defesas apresentadas pelos fornecedores. No decorrer das investigações, mais estabelecimentos podem ser penalizados por aumento abusivo de preços, prática coibida pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC).