Uema e Capes oferecem 300 mil vagas em cursos para professores

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMAnet), e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) estão disponibilizando 300 mil vagas em cinco cursos gratuitos de qualificação on-line, ofertados pela plataforma de cursos abertos da UEMA, a ESKADA.

Os cursos, que têm início em novembro de 2020 e se estendem durante todo o ano de 2021, têm como público-alvo professores e alunos de licenciatura. As inscrições podem ser realizadas até o dia 15 de novembro, pelo site eskadauema.com. Podem participar professores em exercício e estudantes de licenciatura. A formação de turmas se dará por ordem de inscrição.

O objetivo é promover a formação de profissionais da educação básica no uso de tecnologias e ferramentas on-line tanto nos ambientes virtuais de aprendizagem quanto em sala de aula, no retorno gradual das atividades presenciais.

Os cursos focam na produção de conteúdo, materiais e ferramentas tecnológicas e no comportamento de mediação necessários para o novo ambiente educacional virtual. Desta forma, a parceria visa preparar professores para enfrentar os reflexos e consequências do isolamento social causado pela pandemia do coronavírus na área da educação.

Cursos

Em ordem decrescente, os cinco cursos começam em “Como Produzir Videoaulas”. Com 25 horas de duração ele ensina as técnicas básicas para produção de aulas em vídeo, mostrando a importância do planejamento e da construção de um bom roteiro na criação de vídeos educacionais.  

Em seguida vem “Mediação em EaD”, com 30 horas. Aqui são apresentados os aspectos que envolvem a tutoria na educação a distância, as funções do professor/tutor, competências e habilidades imprescindíveis para trabalhar em cursos mediados por tecnologias, bem como os diversos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVAs) e as ferramentas utilizadas no processo ensino-aprendizagem.

O terceiro curso, “Desenho Didático para o Ensino On-Line”, é destinado a qualificar os participantes em Planejamento e Mediação e Instrumentos Avaliativos para Educação On-line. Sua carga é um pouco maior: 50 horas/aula.

Por fim, o quarto e quinto cursos – “Multimeios em Educação” e “Psicologia na Educação” – terão 60 horas de duração. O primeiro trata do uso da tecnologia como recurso didático e apresenta ao futuro professor, tecnologias que foram usadas na educação, mostrando formas de inovar e se apropriar dessa ferramenta, instigando assim a melhoria na aprendizagem. O último curso é voltado para o estudo científico proporcionado pela psicologia aplicada à educação e seu papel na formação do profissional. Nele o participante terá a oportunidade de compreender a evolução histórica da psicologia, identificando alguns dos seus principais conceitos e aplicando-os em suas atividades.

*Da Redação com informações da Uema