Policial militar é preso suspeito de ter assassinado homem em Timon

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) da cidade de Timon, a 450 km de São Luís, prendeu um policial militar lotado no 33º batalhão da PM de Colinas, suspeito de ter assassinado um homem no bairro Residencial  Novo Tempo. A vítima foi atingida com dois disparos de arma de fogo.

De acordo com informações da polícia militar, a PM foi acionada após receber informações de que a vítima de iniciais R. N. F. S. havia dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Timon com ferimentos de arma de fogo. Ele acabou morrendo no hospital.

Os policiais do 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM) após realizarem rondas nas proximidades, localizaram o PM, que conforme as informações repassadas, estava próximo ao local do crime em um veículo com as mesmas características narradas por testemunhas.

O Comando do 11° BPM de Timon divulgou nota informando sobre a prisão do suspeito após o ocorrido. Confira a nota na íntegra:

A Polícia Militar de Timon no exercício de suas atribuições efetuou a prisão de um homem,
policial militar da cidade de Colinas (MA), ontem por volta das 23h30 no Residencial Novo
Tempo. Ele é suspeito de efetuar dois disparos de arma de fogo na vítima identicada como
R. N. F. S.

A polícia militar foi acionada após receber informações de que a vítima havia dado entrada
na UPA com ferimentos de arma de fogo e entrado em óbito logo em seguida. De forma
imediata os policiais chegaram ao local do crime, realizaram as rondas e rapidamente após
o registro do fato efetuaram a prisão do suspeito, logrando êxito na missão.

A Polícia Militar do Maranhão tem realizado um trabalho ostensivo satisfatório dando
respostas rápidas à sociedade. Sobre o acusado, o mesmo já foi encaminhado para a Central
de agrantes onde foi tomada todas as providências e logo em seguida encaminhado ao
presídio militar, na cidade de São Luís.

O policial militar foi conduzido para a Central de Flagrantes de Timon, e, em seguida, encaminhado para a sede do comando Geral da Polícia Militar do Maranhão, em São Luís. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Timon.

A redação do portal MA10 entrou em contato com a assessoria da PM da capital, mas não obteve retorno.