São Luís registra mais de 400 inquéritos de abuso sexual infantil

De acordo com a Delegacia de Proteção a Criança e Adolescentes (DPCA), somente no ano de 2019 foram registrados 300 inquéritos de abusos sexuais, desses 250 foram estupro. Até setembro deste ano foram notificados 111 inquéritos relativos a abusos sexuais, 97 desses casos foram de estupro. O Jornal da Difusora aborda o tema na edição desta quinta-feira (15), a partir das 19h20.

De acordo com a delegada Adriana Meireles, titular da Delegacia de Proteção a Criança e Adolescentes, em mais de 90% dos crimes de natureza sexual os autores são conhecidos da vítima, são parentes, vizinhos.

“Nossa maior demanda são crimes de natureza sexual, dentre eles o estupro de vulnerável, infelizmente é o carro chefe da delegacia”, afirmou a delegada

Confira a entrevista com a delegada Adriana Meireles:

Um caso recente foi noticiado aqui no Portal MA 10, em que um policial reformado foi acusado de estuprar e engravidar uma adolescente de 12 anos na cidade de Chapadinha. Relembre o caso.