Criança atira contra a própria cabeça ao manusear arma no Moropóia

Uma criança de 12 anos morreu após atirar acidentalmente contra a própria cabeça ao manusear a arma de um parente, possivelmente um tio, nesta terça-feira(13). Segundo o 13° Batalhão de Polícia Militar, o caso aconteceu na região do Moropóia, município de São José de Ribamar. O assunto será repercutido na edição do Jornal da Difusora, a partir das 19h20, na TV Difusora.

De acordo com informações do delegado Paulo de Tarso, que acompanha as investigações, o menino morava com os pais, mas estava sozinho no momento do acidente. A vizinhança teria escutado um disparo de arma de fogo e acionou a polícia, que já encontrou o menino sem vida no local. A arma, segundo a Polícia Civil, tinha registro e estava dentro da legalidade para uso.

O Instituto Médico Legal (IML) foi deslocado para fazer a remoção do corpo da criança, que estava no sofá da casa. O caso segue sob investigação; a arma de fogo não foi encontrada no local.