Universitários devem receber chips de internet a partir desta quarta-feira, afirma o reitor da UFMA

Os estudantes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) devem receber os primeiros chips de acesso a internet a partir dessa quarta-feira (14). Essa é uma iniciativa do programa Alunos Conectados da Rede Nacional de Pesquisa (RNP) que tem como proposta garantir acesso a internet para que a alunos de baixa renda possam assistir às aulas online. Este é o primeiro lote recebido pela universidade.

O reitor Natalino Salgado juntamente com o vice-reitor Marcos Fábio, o pró-reitor de assistência estudantil Leonardo Soares, o superintendente de tecnologia da informação Anilton Maia e o representante institucional Arkley Bandeira receberam os chips na última sexta-feira na UFMA.

“É importante lembrar que o edital de fluxo contínuo continua aberto e aqueles estudantes que estão com dificuldade e possuem renda per capta familiar de 1,5 salário mínimo, pode concorrer ao edital e ter o apoio do programa para acompanhar as atividades acadêmicas”, afirmou o pró-reitor de assistência estudantil Leonardo Soares.


No Brasil, a ideia é atender mais de 900 mil estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, matriculados em universidades federais e nas instituições da federal de educacional profissional e tecnologia do Ministério da Educação. Na UFMA, todos os que foram contemplados no edital dos tablets também receberão os chips de dados.