Três pessoas são presas por associação ao tráfico de drogas em Itinga do Maranhão

Três pessoas foram presas em flagrante nesta quarta- feira (07) em uma ação conjunta entre a  Polícia Civil e Polícia Militar. Eles respondem pela prática dos crimes de associação criminosa, furto qualificado, tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Um adolescente foi apreendido pela prática de ato infracional correlato ao crime de tráfico de drogas.

As prisões tiveram como base o fato de que um estabelecimento comercial, situado no centro de Itinga, teria sido alvo de um arrombamento ocorrido durante a madrugada, onde foram subtraídos um aparelho televisor de LED de 50” polegadas, um receptor de tv por assinatura, um tablet e duas caixas de som.

Através de imagens de câmeras de segurança das imediações do local, os policiais visualizaram um suspeito de ter praticado o crime e, com ajuda de informações, chegaram até uma residência situada no bairro Coqueiral, momento em que um indivíduo empreendeu fuga pelos fundos.

No interior da residência estava um adolescente de 15 anos de idade, na companhia de mais dois homens. Os policiais realizaram buscas nos cômodos do imóvel e localizaram todos os objetos furtados do estabelecimento, além de diversas porções de entorpecentes prontas para venda.

No quarto do adolescente os policiais arrecadaram 93 invólucros plásticos transparentes, contendo substância semelhante a maconha, prontas para venda, além de uma pequena sacola plástica contendo uma porção de maconha e 01uma munição de calibre 22, intacta.

Encontraram ainda uma sacola plástica contendo duas porções de substância de cor marrom-esverdeada, semelhante a maconha , pesando aproximadamente 22 gramas dentro de um vaso sanitário.

A polícia conseguiu localizar e prender em outro bairro da cidade o quarto suspeito que fugiu no momento da operação e que seria o proprietário da residência e dos entorpecentes.

Os presos maiores de idade foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil de Itinga do Maranhão onde foram autuados em flagrante delito pelos crimes de associação criminosa, tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, caindo ainda para os dois primeiros o crime de furto qualificado.

Já o adolescente foi entregue ao seu responsável após a lavratura do competente boletim de ocorrência de ato infracional por ato análogo ao crime de tráfico de drogas.