Comunidade escolar não quer retorno das atividades escolares, aponta pesquisa

Ao todo, 38.911 pessoas votaram, na pesquisa realizada entre os dias 25 e 30 de setembro. A maioria, totalizando 60,54% dos votantes, não concorda com o retorno às aulas presenciais a partir da 2ª quinzena do mês de outubro, e 39,46% dos votantes são favoráveis ao retorno às atividades presenciais.

O resultado da terceira pesquisa feita com alunos, pais e professores mostrou que os estudantes são a favor da retomada, mas familiares e profissionais da educação são contra. Flávio Dino explicou que por enquanto tudo vai permanecer do jeito que está, mas estuda a possibilidade da retomada das atividades:

“Nós estamos observando, não há ainda condições de se afirmar cabalmente que existe uma segunda onda no sentido de haver um novo processo de ascensão, é cedo pra dizer isso, mas nós temos indicações de que isso pode ocorrer em menor intensidade do que esse ano de 2020, mas pode ocorrer. Por isso que é importante observar as indicações epidemiológicas da Europa, da Amazônia, onde o Maranhão se vincula, embora legalmente no Nordeste, mas legalmente também na Amazônia, o clima muito parecido, o modo como se dá o período de chuva, as estações, mais parecido com a Amazônia do que com o nordeste, precisamos observar portanto isso. Observar também a imunidade coletiva com inquérito sorológico e acompanhar o processo de vacinação, essa é a nossa estratégia para os próximos meses”, declarou o governador Flávio Dino.