Réu é condenado a mais de 20 anos por homicídio de integrante de facção em Rosário

O Tribunal do Júri da Comarca de Rosário condenou, o réu Balbino de Oliveira Pereira Júnior a 20 anos e um mês de reclusão, em regime fechado, pelo crime de homicídio qualificado com ocultação de cadáver praticado contra Adriano Silva (vulgo Neguinho) em 28 de dezembro de 2017, no município de Bacabeira.

A tese do Ministério do Ministério Público do Maranhão, que foi representado no julgamento pela promotora de justiça Fabíola Fernandes Ferreira, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Rosário, foi aceita pelo Conselho de Sentença. O júri foi presidido pelo juiz José Augusto Costa Leite.

O CRIME

De acordo com a investigação policial, a vítima foi assassinada por Balbino e seu parceiro Beicleriston Carvalho Serra (conhecido como Dudu), já condenado pelo crime em outro julgamento. Ambos pertenciam a uma facção criminosa que era rival da que a vítima integrava. O crime teve caráter de vingança do assassinato da mãe de Balbino, morta por um integrante da facção adversária.

Após ser atraído para o local do crime, Neguinho recebeu golpes de facão dados por Balbino e foi imobilizado por Dudu. Antes do amanhecer, Balbino retornou ao local do crime e arrastou o corpo da vítima para um buraco nas proximidades, onde a enterrou.