Featured Video Play Icon

Após conseguir atingir 96% de cobertura da vacinação contra a febre aftosa, e ser reconhecido como zona livre de aftosa com vacinação, a meta agora é garantir o reconhecimento de zona livre sem vacinação para o ano de 2021.

Em todo o estado, mais de 8 milhões de animais foram vacinados, mais de 1 milhão só na regional de imperatriz. A meta estabelecida pelo Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento foi de 90% do rebanho para ser reconhecida como zona livre com vacinação.

Com isso, o estado eleva o patamar de segurança alimentar e a capacidade de novos e exigentes mercados mundiais para a sustentabilidade. A segunda etapa está marcada para o mês de novembro.

“Mesmo na pandemia e com todas as dificuldades, compramos as vacinas e vacinamos cumprindo o prazo que nos foi dado”, destacou a veterinária da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (AGED), Vanilce Dias.