Sinpol emite nota de pesar pela morte de policial militar em São Luís

A diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (SINPOL MA), emitiu uma nota de pesar pela morte do policial militar Ricardo Sousa Pinheiro, assassinado nesta quinta-feira (24) durante uma tentativa de assalto no bairro Ipem São Cristóvão, em São Luís.

O Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão – SINPOL-MA, vem a público com todo pesar, manifestar sua solidariedade aos amigos e familiares do soldado da Polícia Militar Ricardo Sousa Pinheiro, que nos deixou precocemente na data de ontem (24/09) durante uma tentativa de roubo no Bairro Ipem São Cristóvão.

A carreira do policial, bruscamente interrompida, deve ser lembrada sempre pela forma zelosa e digna desempenhada por ele em defesa da sociedade. À Deus rogamos que o receba em um merecido repouso e externamos os mais sinceros sentimentos.

A diretoria

A Polícia Civil do Estado Maranhão (PCMA) também se solidarizou com familiares e amigos do policial militar. Confira na íntegra:

A Polícia Civil do Estado do Maranhão externa profundo pesar pela morte do soldado da Polícia Militar, Ricardo Sousa Pinheiro, ocorrida na data de 24/09/2020, vítima de uma tentativa de roubo. A Polícia Judiciária se solidariza com seus familiares, amigos e colegas neste momento de dor e consternação.

O caso

Um tiroteio aconteceu na rua 39 do bairro Ipem São Cristóvão e, devido a ação, tanto o assaltante como o policial militar, acabaram morrendo.

O soldado Ricardo Sousa Pinheiro teria reagido ao assalto e, na troca de tiros, foi atingido. Ele chegou a ser socorrido, mas já deu entrada no hospital Clementino Moura (Socorrão 2) sem vida. O PM estava de folga, ele morava na região onde o crime aconteceu.

O segundo suspeito de envolvimento na morte do policial militar morreu em confronto com a polícia. De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito de 21 anos, morreu no no bairro Cidade Olímpica, por volta de 1h da madrugada desta sexta-feira (25).