Mais de 10 pessoas presas após onda de violência que causou mortes em Ribamar

Depois de tiroteio com mortes, sequestro e espancamento de motorista de aplicativo e tentativa de assassinato de um frentista, as polícias Civil e Militar do Maranhão começaram a redobrar ações ostensivas para tentar combater a violência na cidade balneária de São José de Ribamar.

Segundo o coronel Aritanã Lisboa, Comandante de Policiamento de Área Metropolitana 2 (CPAM-2), já foram presas 13 pessoas, entre elas uma mulher. A reportagem completa você confere logo mais às 19h20 no Jornal da Difusora, apresentado pelo jornalista Hugo Viegas, na TV Difusora.

“Foram apreendidas três armas de fogo e um simulacro. Vamos continuar com essa ação integrada, de Polícia Militar e Polícia Civil, tanto na parte de investigação como na parte de prisões. Também vamos estar presentes aqui nas ruas de São José de Ribamar com outras forças, que não são só a Polícia Militar efetiva daqui da área (13°), como também ROTAM, Choque, CTA e outras forças policias”, disse o coronel Aritanã Lisboa.

De acordo com o delegado geral da Polícia Civil do Maranhão, Armando Pacheco, entre os presos estão homicidas, traficantes, além de lideranças e facções criminosas que vinham se enfrentando nos últimos dias. Eles já respondem por diversos inquéritos e são responsáveis por crimes de tráfico de drogas, homicídio e roubo. Todos serão indiciados em novos inquéritos e autuados em flagrante também por organização criminosa. Até uma máscara, usada na prática de ações criminosas, e uma caixa de fogos de artifício foram apreendidas pela polícia.

“É uma gama de crimes que ‘tá’ por trás das organizações criminosas, as facções. Roubo, tráfico de drogas, homicídios, que é o que vem ocorrendo na brigas nas disputas por pontos de tráfico de drogas e de formação de QG dessas facções criminosas. A gente vai atuar fortemente nesses próximos dias aqui em Ribamar. Eu já dei a determinação para todas as superintendências da Polícia Civil (SEIC, SENARC, SHPP, SPCC) para focarem no combate ao crime aqui em São José de Ribamar, todos nas suas respectivas áreas”, disse o delegado Armando Pacheco.

NOITE DE TERROR

Nas últimas horas, os jovens Guilherme e Ryan foram assassinados no Residencial Turiúba, em São José de Ribamar. Guilherme estava na esquina de uma das ruas no momento em que foi surpreendido com os tiros. Ryan chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

Um trabalhador do posto de combustíveis do Laranjal, na mesma cidade, foi baleado em um assalto ao estabelecimento comercial. Já em outra ação criminosa, dessa vez na Estrada da Mata, um motorista de aplicativo foi amarrado a uma árvore, sequestrado e espancado por assaltantes. Os criminosos o abandonaram por cerca de 4 horas para a prática de assaltos e, quando retornaram, o colocaram na mala do veículo. Ele foi socorrido e levado para o Socorrão II.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.