Featured Video Play Icon

Das 1.100 escolas particulares do Maranhão, 7 chegaram a suspender as aulas presenciais devido suspeitas de COVID-19. O dado é do Sindicado das Escolas Particulares do Maranhão, que também aponta que o estado possui cerca de 330 mil alunos matriculados. Este é um dos destaques do Jornal da Difusora desta quarta-feira (23), que começa a partir das 19h18, com apresentação de Hugo Viegas.

Três escolas particulares de São Luís anunciaram na última semana a suspensão das aulas presenciais, após professores e alunos testarem positivo para a COVID-19. Em uma quarta escola, as atividades presenciais foram canceladas por suspeita de que um aluno do ensino fundamental teria sido infectado pela doença.

No Maranhão, decreto do governador Flávio Dino (PCdoB) autoriza – desde o dia 3 de agosto – a retomada das aulas presenciais nas escolas particulares e municipais. Ainda não há previsão de data para a reabertura das escolas públicas estaduais.

Desde o retorno das aulas presenciais em escolas da capital maranhense, o cuidado com o distanciamento e a higiene tem sido redobrado. Além do uso de água, sabão e álcool em gel, algumas instituições têm adotado como medida sanitária a troca de máscaras, de alunos e profissionais, de duas em duas horas.

“É um protocolo da escola, a gente acabou adaptando esses protocolos sanitários expedidos pelo governo estadual. Os alunos precisam trazer, no mínimo, três máscaras para a escola e eles são sinalizados pelos monitores de salas de aula”, disse a coordenadora pedagógica de uma escola da capital, Maira Martins.

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Maranhão (Sinepe/MA) garante que “todas as escolas filiadas seguem rigorosamente as exigências previstas no protocolo sanitário elaborado em parceria com consultores de saúde, com base também no decreto estadual que liberou a volta às aulas”.

“O que tem sido observado, até então, com a volta das atividades presenciais, é que adultos e jovens que voltaram às aulas e seguem todas essas medidas de segurança têm permanecido saudáveis, bem como suas famílias. Na contramão disso, o que percebemos é que o contágio pelo novo coronavírus entre adultos e jovens está mais relacionado à volta das atividades de lazer e diversão ao ar livre”, alertou.

COVID-19 MARANHÃO

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), já são mais de 168 mil casos confirmados da doença no Maranhão. Somente nas últimas 24 horas, foram quase 1.000 novos casos de coronavírus em todo o estado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.