Home Maranhão Paço do Lumiar Perícia encontra marcas de sangue em casa de idosa que foi enterrada em cova clandestina

Perícia encontra marcas de sangue em casa de idosa que foi enterrada em cova clandestina

Perícia encontra marcas de sangue em casa de idosa que foi enterrada em cova clandestina

Marcas de sangue foram encontradas pela Polícia Civil, durante perícia, na casa de Fátima Maria Evangelista dos Santos, de 65 anos. Ela foi enterrada em uma cova clandestina em um cemitério municipal de Paço do Lumiar, na região metropolitana da capital maranhense.

A Polícia Civil aguarda o resultado da perícia realizada na casa da idosa, que morava sozinha em um sobrado no centro da cidade. Em junho deste ano, as filhas de Fátima Maria prestaram queixa à polícia sobre o desaparecimento da mãe.

O caso só foi descoberto por conta da movimentação bancária da aposentada. A polícia chegou ao local após a prisão de um dos envolvidos no crime, em cumprimento a mandado de prisão temporária pelos crimes de estelionato e furto. Cerca de R$ 180 mil já teriam sido sacados de duas contas da vítima.

Em depoimento, o homem admitiu os saques e apontou a participação de um suspeito que, segundo ele, já teria encontrado a idosa morta em casa. De acordo com a Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), três coveiros – que teriam recebido R$ 800 para enterraram o corpo de Fátima – reconheceram os suspeitos.

Laudo da perícia vai apontar a causa da morte da idosa. Enquanto isso, a Polícia Civil segue com as investigações para identificar se há o envolvimento de outras pessoas.