Home Maranhão São Luís Explosão de gás deixa uma pessoa ferida em condomínio na Forquilha

Explosão de gás deixa uma pessoa ferida em condomínio na Forquilha

Explosão de gás deixa uma pessoa ferida em condomínio na Forquilha

Perícia técnica do Instituto de Criminalística do Maranhão (ICRIM) está nesta quarta-feira (22) no condomínio Vitória São Luís, localizado na Estrada de Ribamar, bairro Forquilha. Nas últimas horas, uma pessoa sofreu queimaduras após explosão de gás ocorrida em uma das unidades habitacionais.

O morador, que não teve a identidade revelada, teria sofrido queimaduras de segundo grau e foi encaminhado para um hospital da região metropolitana de São Luís. O estado de saúde da vítima não foi divulgado. Momentos após a explosão, que causou até a quebra do vidro de uma janela, populares acionaram o Corpo de Bombeiros.

“Houve danos materiais em uma das unidades habitacionais do condomínio, além de um homem que teve queimaduras de segundo grau, o qual já havia se dirigido ao hospital. Por conta do ocorrido, a central de gás da torre foi fechada”, disse nota do Corpo de Bombeiros.

Segundo condôminos, o incidente pode ter sido causado pela individualização do gás encanado. Eles alegam que esta não é a primeira vez que uma ocorrência dessa natureza é registrada no local. A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, através da titular Lítia Cavalcanti, aguarda o relatório da perícia e diz que segue acompanhado o caso.

Peritos técnicos do condomínio e da construtora Cyrela também devem acompanhar os trabalhos. A Cyrela disse, em nota, que tomou conhecimento da ocorrência do incidente envolvendo o sistema de gás da unidade D1-34 do Condomínio Vitória. “A companhia reforça que está contribuindo com as investigações no local e que está prestando todo o suporte necessário ao morador da unidade”, garantiu.

Também em nota, a Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (SECAP) informou que uma equipe do 2º Batalhão de Bombeiros deslocou-se para atender a ocorrência porém, ao chegar no local, a guarnição deparou-se com a situação já contornada, uma vez que já haviam utilizado extintor para apagar o foco de incêndio.

“Houve danos materiais em uma das unidades habitacionais do condomínio, além de um homem que teve queimaduras de segundo grau, o qual já havia se dirigido ao hospital. Por conta do ocorrido, a central de gás da torre foi fechada”.