Departamento de Combate a Crime Tecnológico orienta sobre cuidados durante compra online

O número de crimes virtuais tem crescido em todo o país e nesta época de pandemia, quando muitas pessoas estão usando a internet para realizar operações bancárias, trabalhar e fazer compras, todo cuidado é pouco.

Na internet, os criminosos têm acesso às informações pessoais, ao endereço e até dados bancários. Segundo o Departamento de Combate a Crime Tecnológico (DCCT), órgão da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), o crime acontece quando o sistema de cadastro dessas empresas é invadido. Os criminosos trocam as informações de endereço do cliente e realizam a compra.

Na semana passada um homem foi preso enquanto recebia um dos materiais comprados pela internet. A polícia investiga se outras pessoas fazem parte do esquema criminoso e quantos outros golpes já foram aplicados pela mesma pessoa. Itens pessoais também foram apreendidos para serem periciados.