70 pessoas são detidas após esquema de rinha de galos ser desarticulado

Setenta pessoas suspeitas de participação em rinhas de galos foram detidas neste sábado (11) durante operação conjunta das forças de segurança no município de Grajaú, a 580 quilômetros da capital maranhense.

Após denúncias de que acontecia um torneio de rinha de galos na Chácara São Jorge, povoado São Raimundo, agentes de segurança foram até o local e constataram a veracidade dos fatos. Entre as 70 pessoas conduzidas estavam organizadores, criadores de animais, apostadores e espectadores, muitos vindos de outros municípios e estados.

No local foram resgatadas e apreendidas 80 aves, diversas com sinais de multilação, além de diversos materiais: esporas, biqueiras de aço, jaulas e bolsas de transporte, seringas, serras, gaiolas, ringues e 15 veículos.

Todos os conduzidos e o material apreendido foram apresentados na Delegacia de Grajaú, onde os envolvidos foram autuados pelo crime previsto no artigo 32 da Lei n. 9.605/98 (Leis de Crimes Ambientais). As aves foram entregues aos cuidados da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Grajaú.

Além de responderem pelos crimes previstos na legislação ambiental, em virtude da pandemia provocada pela COVID-19, os conduzidos também foram autuados pelo crime do artigo 268 do Código Penal, uma vez que descumpriram determinação do Poder Público destinada a impedir propagação de doença, dada a aglomeração de pessoas no local.