Pandemia deve gerar até 5 mil pedidos de recuperação judicial de empresas

Com a pandemia da COVID-19 as empresas estão adoecendo. Até agora, já foram registrados mais de 5 mil pedidos de recuperação judicial em todo país. A medida permite que as empresas possam negociar dívidas.

No Maranhão, apenas 5 empresas deram entrada no processos de recuperação, previsto em lei desde 2005 e que dá às empresas uma possibilidade de renegociar as dívidas enquanto recuperam o fôlego durante uma crise econômica.

A recuperação judicial, que pode ser solicitada por empresas de qualquer porte, permite a manutenção da fonte produtora, do emprego dos trabalhadores e dos interesses dos credores, promovendo assim, a preservação da empresa, sua função social e o estímulo à atividade. O presidente da Associação Comercial do Maranhão, Cristiano Barroso, garante que se a análise de viabilidade apontar condições de recuperação, a medida jurídica é uma boa alternativa para tentar evitar a falência de uma empresa.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) vai realizar uma live sobre o tema nesta quarta-feira (17), às 20h. Para participar basta entrar nas redes sociais da CDL.