Denúncias de violência doméstica contra idosos crescem na pandemia

A pandemia da COVID-19 também lançou um alerta sobre casos de violência no país. Entre os grupos mais atingidos estão os idosos. Quase 40 casos foram registrados este ano, somente na capital maranhense.

Abuso financeiro, negligência e violência psicológica; estes são os crimes que estão no topo da lista envolvendo os delitos contra idosos na Defensoria Pública do Maranhão. Em São Luís, os bairros que mais registraram casos foram: Centro, Cohatrac e Anjo da Guarda.

Devido o isolamento social, as políticas de acesso aos direitos para os idosos também têm sido cumpridas com dificuldades. Na semana que vem será comemorado o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, mas isso só poderá ser celebrado pela internet, através de lives.

A sala da recepção da Delegacia do Idoso vazia é um reflexo da pandemia, mas não significa que os crimes deixaram de acontecer. A polícia, inclusive, tem recebido muitos casos relacionados ao atendimento nos hospitais.

O atendimento nos órgãos de proteção e defesa do idoso continuam funcionando normalmente, como um serviço essencial, apesar das limitações. Esses serviços também podem ser solicitados pelos canais virtuais de atendimento.