Home Cultura Tradicionais manifestações culturais do MA tentam se reinventar em ano sem São João

Tradicionais manifestações culturais do MA tentam se reinventar em ano sem São João

Featured Video Play Icon

No ano em que uma das mais tradicionais manifestações da cultura popular maranhense foi confirmada como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade os terreiros estão vazios e não se ouve o somo de matracas, orquestras e pandeirões. Com a pandemia o São João será diferente no Maranhão.

Em 2020, o Bumba-meu-boi se tornou Patrimônio Imaterial da Humanidade e, inusitadamente, não vai poder comemorar o título da forma tradiocional: nos arraiais, levando o encanto, as cores e o brilho da brincadeira. No mês de junho costumam acontecer os batizados das manifestações culturais que, no caso do Boi de Maracanã, é realizado sempre na igreja de Santo Antônio.

Esta semana seria a última de ensaios para o grupo, que se apresenta o ano todo, e que faz festa para comunidade e também pra quem está fora dela. O Maracanã ainda não pode vibrar ao som dos pandeirões, mas carrega na alma a simbologia dessa data.

No altar do barracão do Batalhão de Ouro, o couro do boi ainda é o do ano passado. Mas, as indumentárias já começaram a ser produzidas há meses, desde o final da última temporada.