Home Maranhão Suspeito do assassinato de empresária é preso em Campinas-SP

Suspeito do assassinato de empresária é preso em Campinas-SP

Suspeito do assassinato de empresária é preso em Campinas-SP

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e Delegacia de Vitorino Freire, prenderam neste fim de semana em cumprimento a Mandado de Prisão Preventiva um homem suspeito do homicídio qualificado e ocultação de cadáver da empresária Maria Hilda da Silva Pereira, a Leuda.

Mailson Regis da Silva Fontenele, de 32 anos, teria praticado os crimes no dia 27 de março deste ano em Vitorino Freire, a 300 quilômetros da capital maranhense. O suspeito teria fugido para a cidade de Campinas-SP após ocultar o corpo da vítima, sendo que sua prisão se deu após uma minuciosa investigação realizada pela SPCI e Delegacias das cidades de Bacabal e Vitorino Freire, com o apoio operacional da Delegacia de Homicídios de Campinas/SP, na execução do Mandado Judicial.

Segundo as investigações, dos três autores, dois estão presos. A Polícia Civil continua as buscas para capturar o terceiro envolvido, bem como encontrar o corpo da vítima. A prisão se deu com muito trabalho de Inteligência, bem como da utilização de um policial disfarçado de funcionário de uma empresa de telefonia.

HOMICÍDIO DA EMPRESÁRIA

A vítima foi dada inicialmente como desaparecida, porém os indícios apontavam para um assassinato, tendo a professora Franciane Lima da Rocha, de 33 anos, como suspeita. O crime teria contado com a ajuda de dois comparsas.

Familiares e populares relataram que, no dia 26 de março, Franciane teria saído da casa de Maria Hilda, onde ambas estariam ingerindo bebida alcoólica. Na casa de Hilda, foi encontrada uma mochila contendo um casaco, panos enrolados com fitas, dois rolos de fita gomada e um carregador de celular.

À polícia, vizinhos informaram que a vítima estaria investigando se teriam furtado da casa dela o seu celular, no mesmo dia em que ingeriu bebida com Franciane.