Home Maranhão Caxias Familiares precisam fazer a cova de vítima de COVID-19 em Caxias

Familiares precisam fazer a cova de vítima de COVID-19 em Caxias

Featured Video Play Icon

Em Caxias, na região dos Cocais, uma família teve de cavar a própria sepultura para enterrar o pai que morreu de COVID-19. Nesta quinta-feira (21) o jornal Hora D, apresentado pela jornalista Keith Almeida, mostrou imagens fortes sobre o caso.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caxias informou em nota que o procedimento sugerido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) foi devidamente aplicado durante o procedimento. A nota diz ainda que, por não conseguir atendimento funerário junto ao plano familiar que dispunha, a prefeitura de Caxias prontamente atendeu cedendo o caixão.

A UPA informou que aos familiares foram concedidos Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) e foi informado como se dava o procedimento de uso durante o trajeto. A prefeitura alegou que dispõe de covas prontas para casos de óbitos por COVID-19, mas o protocolo não proíbe aos familiares sepultar em seus jazigos próprios.

Segundo nota expedida pela Secretaria Municipal de Saúde de Caxias, disse que o serviço social da UPA orientou aos familiares que o caixão não poderia ser aberto por medida de segurança, conforme orienta o protocolo da ANVISA. Em relação à cova, segundo a nota, ela foi aberta por um coveiro do cemitério.

Ela informa ainda que a família foi devidamente acompanhada e está apurando se houve algum procedimento indevido. Caso constatado, um procedimento administrativo será instaurado para punição dos responsáveis. A direção da UPA e os profissionais de saúde lamentam o falecimento do paciente.