Home Notícias Economia Governo volta atrás e não vai mais adiantar a segunda parcela do auxílio

Governo volta atrás e não vai mais adiantar a segunda parcela do auxílio

Featured Video Play Icon

O governo federal cancelou nesta quarta-feira (22), a antecipação da segunda parcela do auxílio emergencial, que estava prevista para esta quinta-feira (23). Em nota, o Ministério da Cidadania afirmou que, devido ao alto número de cadastros e à ordem do governo de não deixar ninguém para trás, o pagamento foi inviabilizado.

“Todas as expectativas foram superadas e tornou-se imperativo solicitar crédito suplementar para poder completar o atendimento a todos”, pontua um trecho da nota. Apesar disso, a pasta garante que todos aqueles que estiverem aptos ao benefício vão recebê-lo. Inicialmente, o pagamento da segunda parcela estava previsto 15 de maio. Na última segunda-feira (20), no entanto, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, fez o anúncio da antecipação em uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto, ao lado do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Na ocasião, ele afirmou que o banco tem capacidade de realizar os pagamentos em uma velocidade mais rápida do que a análise dos cadastros, realizada pela Dataprev. “A Dataprev tem um trabalho excelente, mas podemos pagar mais rápido. Como não recebemos a base de dados, sim, antecipamos o pagamento”, disse o presidente da CEF na ocasião. Do Correio Braziliense.

O depósito

Para aqueles que vão retirar o auxílio nas agências, a Caixa informou que, com o objetivo de evitar aglomerações, escalonou o calendário de saque. Os recursos creditados na poupança digital podem ser utilizados por meio do aplicativo Caixa Tem para pagamentos e transferências, entre outros serviços. Quem indicou conta bancária anterior ou vai receber os R$ 600 em substituição ao Bolsa Família não tem restrição para saque. 
Segue o calendário de saque em espécie da poupança digital sem cartão nos canais de autoatendimento e lotéricas: 
27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro 28 de abril – nascidos em março e abril 29 de abril – nascidos em maio e junho 30 de abril – nascidos julho e agosto 4 de maio – nascidos em setembro e outubro 5 de maio – nascidos em novembro e dezembro

Contestação

De acordo com a Caixa, a consulta do resultado da análise será liberada, ainda nesta semana, após o recebimento dos arquivos a serem enviados pela Dataprev com a relação de brasileiros não aprovados. Caso o resultado da análise seja “dados inconclusivos”, será permitido ao cidadão realize nova solicitação.