Após chuvas, jacaré é capturado por bombeiros na Lagoa da Jansen

O Batalhão de Bombeiros Ambiental (BBA) fez a captura de um jacaré que apareceu após a intensa chuva desta terça-feira (31), na Lagoa da Jansen, em São Luís. Em dias de fortes chuvas, é comum esse tipo de incidente, segundo o Corpo de Bombeiros.

O animal estava saudável e sem ferimentos e, por isso, foi reintegrado à natureza em uma reserva da cidade. Ainda de acordo com o Batalhão, ao avistar cobras, jacarés ou outros animais silvestres as pessoas devem acionar o Corpo de Bombeiros pelo número 193 e jamais resgatá-lo.

CHUVA NA CAPITAL

Transtornos foram causados pelas chuvas na região metropolitana de São Luís durante parte da tarte. Pontos de alagamentos foram registrados em vários bairros da capital.

A chuva causou transtornos e prejuízos em vários pontos da capital. No bairro do Calhau, a lama tomou conta da Rua das Andorinhas. A enxurrada invadiu condomínios residenciais e impediu a passagem de veículos.

No túnel do elevado da Cohama, os motoristas precisaram retornar devido ao acúmulo de água. Na Avenida Litorânea, a enxurrada assustou os condutores. Na Avenida Colares Moreira, em um ponto já conhecido dos ludovicenses, a água voltou a ficar empossada. Motoristas tiveram que passar com atenção para não ficarem no meio do caminho.

Em um supermercado de São Luís, a água lavou os corredores, uma situação que surpreendeu os consumidores, enquanto faziam compras. No bairro Divineia, a força da correnteza foi tão grande que tubos que seriam usados em uma obra acabaram sendo arrastados.

De acordo com o Núcleo de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), as médias climatológicas para os meses de janeiro, fevereiro e março são 244, 373 e 428, respectivamente. Neste ano, choveu 481.6 em janeiro, 343.2 em fevereiro e até esta terça-feira (31) choveu 682 mm em março.