CIMI analisa no BDM manobra que tenta travar a demarcação de terras indígenas

Garantido pela Constituição, um direito vem sendo historicamente negado às comunidades indígenas no Brasil: a demarcação de terras. Aliado a problemas antigos, se somam agora novos impecilhos: pedidos de reanálise de processos demarcatórios em distintos órgãos federais e mudanças na composição dos grupos de trabalho responsáveis pela análise técnica das etnias e de seus territórios.

O Ministério Público articula ações coordenadas para exigir que o governo brasilero cumpra a lei e estuda novas estratégias para levar os casos à Justiça. Sobre a situação, o jornalista Adalberto Melo recebeu nesta quarta-feira (05) no Bom Dia Maranhão o Gilderlan Rodrigues, do Conselho Indigenista Missionário no Maranhão (CIMI).