Terceirizado da SPCC pode responder por roubo e extorsão

A Polícia Civil efetuou a prisão do terceirizado suspeito de utilizar uma viatura para cometer crimes de roubo extorsão em São Luís. Ele trabalhava como terceirizado da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão.

Jairon Ewerton era quem dirigia a viatura e, por meio de um vídeo de câmera de segurança, ele e outros três homens entram na viatura e minutos depois cometem um crime. Todos se passavam por policiais no momento da ocorrência.

Vítimas diferentes do mesmo grupo, que a polícia agora investiga desde quando agiam. Jairon era funcionário da segurança pública há 2 anos e prestava serviço para uma empresa terceirizada. Ele era encarregado por veículos na Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC). A polícia já pediu a prisão preventiva dele e o afastou da função. Os outros três envolvidos estão sendo identificados.

Os crimes, segundo a investigação, foram cometidos durante o expediente de trabalho. Jairon disse à polícia em depoimento que no caso da motocicleta ele foi recuperar o veículo que tinha sido roubado.