População causa princípio de tumulto após prisão de suspeitos de estupro seguido de morte

Dois homens foram capturados em cumprimento a mandados de prisão temporária no início da noite desta quarta-feira (15) no povoado Marajá, município de Vitória do Mearim, a cerca de 170 quilômetros da capital maranhense.

De acordo com as investigações da Polícia Civil do Maranhão, eles são apontados por envolvimento no estupro seguido de morte e roubo com causa de aumento de pena da jovem Fernanda Correa Pereira, de 25 anos de idade. A quantia de R$ 190 pode ter sido levada da bolsa da vítima. O crime aconteceu no domingo (12), na mesma localidade.

Após as prisões a população chegou a cercar a delegacia de Vitória do Mearim, o que causou um princípio de tumulto e levou a equipe policial a conduzir os suspeitos para a Delegacia Regional de Viana. Na tarde desta quinta-feira (16), a oitiva será concluída e as investigações terão prosseguimento.

Segundo o delegado João Firmo, titular da cidade, a Polícia Civil foi até o local, recolheu provas e intimou testemunhas a fim de elucidar o caso. Com o material probatório e os depoimentos de pessoas que presenciaram o fato, foi instaurado inquérito policial a fim de investigar o delito. O delegado falou por telefone com o portal MA10, ouça:

RELEMBRE O CASO

O corpo de Fernanda Correa foi encontrado atrás de um campo, em uma área de matagal no povoado Marajá, a 30 quilômetros da sede do município. Achada sem roupas, com marcas de esganadura e o rosto desfigurado, ela foi morta a pauladas. Além de dentes da vítima, a perícia técnica recolheu preservativos e um pedaço de madeira que teria sido usado no crime.