PM é preso suspeito de assassinar homem na região tocantina

O policial militar Anderson Ferreira da Silva, lotado no município de Grajaú, está preso no quartel do 3° Batalhão da Polícia Militar suspeito de assassinar um homem em Imperatriz. Wellington Santos Oliveira foi morto em um bar no último sábado (16), na região do Grande Santa Rita.

Wellington dos Santos Oliveira foi assassinado no último sábado.

“Foram ouvidas duas testemunhas que informaram ter sido ele o autor do disparo que causou a morte da vítima. A gente segue com a oitiva de testemunhas presenciais do fato, para esclarecer com maior fidelidade as circunstâncias de como o crime aconteceu”, informou o delegado de homicídios Praxísteles Martins.

Segundo informações coletadas pela Polícia Civil, o autor estaria sob efeito de álcool e a vítima seria usuária de drogas e teria partido para cima do PM para tentar se apropriar da arma da corporação. A arma já foi apreendida e será submetida a exame pericial. Ainda não há possibilidade de transferência, o que vai ficar a critério da justiça e da corporação que ele pertence.

Relatos de testemunhas apontam que, após tentar subtrair a arma do policial, houve uma luta corporal e, em seguida, o disparo. Quando interrogado, o policial permaneceu em silêncio e não respondeu às perguntas a ele dirigidas.

DESVIO DE CONDUTA

Este é o segundo caso de desvio de conduta de policial militar, em menos de 30 dias, em Imperatriz. Em outro caso registrado pela Polícia Civil, o PM Bruno Leonardo Alencar foi acusado de matar duas pessoas dentro de um estabelecimento comercial onde acontecia uma festa em uma estrada que liga a BR-010 à Estrada do Arroz.