Home Notícias Lideranças indígenas protestam na região tocantina após morte de Paulino Guajajara

Lideranças indígenas protestam na região tocantina após morte de Paulino Guajajara

Featured Video Play Icon

Movimentos sociais e entidades de proteção aos povos indígenas e quilombolas se manifestaram nesta segunda-feira (04) na capital maranhense e em Imperatriz, na região tocantina. Na última sexta-feira (1°), o líder indígena e membro do grupo “Guardiões da Floresta”, foi assassinado em uma emboscada na cidade de Bom Jesus das Selvas. Durante a emboscada, o Guardião Laércio Guajajara também foi baleado e um madeireiro morreu no confronto.

A morte do líder indígena Paulino Guajajara durante confronto com madeireiros continua repercutindo. O governador do Estado assinou um decreto com ações de proteção da vida indígena. Foi anunciada a criação de uma força-tarefa para auxiliar na segurança das comunidades indígenas no estado. A ideia é que lideranças nas tribos possam ser treinadas e mantenham contato permanente com os órgãos de segurança. O conflito recente ocorreu na reserva Arariboia, que é de competência federal. A vítima já havia denunciado as ameaças que vinha sofrendo.