Mais de 200 casos de abuso infantil registrados em 6 meses na capital

A maior parte dos crimes praticados contra crianças e adolescentes é cometida por pessoas próximas às vítimas. Somente nos 6 primeiros meses deste ano, foram registrados mais de 200 casos de abuso em São Luís, na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Entre as áreas com maior registro de casos em São Luís, estão os bairros da Cidade Olímpica e Cidade Operária, além da zona rural da capital. O maior número de casos de estupro, por exemplo, foi na Vila Maranhão, onde houve registro de 7 ocorrências ao todo, as vítimas tem entre 7 e 13 anos de idade.

Só nesta semana, três casos foram registrados no interior do estado. Em Olho D’água das Cunhãs, um homem de 41 anos foi preso por ter estuprado a enteada de 13 anos. Em Rosário, foi preso um idoso de 62 anos que estuprou a própria neta, uma criança de 11 anos. E em Bacabal, uma mulher foi presa porque explorava sexualmente a própria sobrinha, uma menina de 12 anos de idade.