HomePolítica Segunda Turma do STF decide julgar se Moro foi parcial com Lula

Segunda Turma do STF decide julgar se Moro foi parcial com Lula

Segunda Turma do STF decide julgar se Moro foi parcial com Lula

A Segunda Turma do STF vai julgar na sessão desta terça-feira (25) o habeas corpus em que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pede que seja declarada a parcialidade do ex-juiz federal e ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, no processo da Operação Lava Jato referente ao tríplex do Guarujá.

A decisão de analisar a ação movida pelos defensores do petista foi tomada após o ministro Gilmar Mendes, a quem caberia “devolver” o processo a julgamento depois de um pedido de vista, ter retirado o habeas corpus da pauta na segunda-feira (24). Assim, o tema só seria analisado em agosto, após o recesso do Judiciário.

Logo no início da sessão na Segunda Turma nesta terça, o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula, pediu que a ação fosse incluída na pauta. Zanin alegou que o habeas corpus teria prioridade porque ele está preso desde abril de 2018 e o julgamento da questão já foi iniciado – em dezembro, os ministros Edson Fachin e Cármen Lúcia votaram contra o pedido da defesa.

Gilmar, então, propôs que os ministros não analisassem o mérito do habeas corpus e concedessem uma liminar para que Lula aguardasse o julgamento em liberdade. Diante da sugestão do ministro, o colegiado decidiu levar o pedido de suspeição de Moro a julgamento. Da Veja.