Homem que manteve ex-companheira em cárcere privado dentro de motel vai a júri

Será julgado na manhã desta quarta-feira (12) no 1° Tribunal do Júri, no Fórum Desembargador Sarney Costa, Eliezer da Cunha Reis. Ele é suspeito de tentar matar a namorada, Weslayne Maiane Correa, dentro do Motel Wall Street, no bairro Areinha.

O crime ocorreu no dia 05 de abril de 2018, por volta das 18h30. Ele foi denunciado pelo Ministério Público pelos crimes de tentativa de feminicídio e cárcere privado. O julgamento será presidido pelo juiz Osmar Gomes dos Santos.

 

RELEMBRE

Eliezer da Cunha Reis sequestrou a ex-esposa Weslayne Corrêa e a levou para o motel armado com um revólver que comprou no dia anterior ao crime. Dentro do veículo utilizado na ação ele ainda tinha uma faca. A vítima estaria sendo monitorada pelo suspeito pelo menos dois dias antes de sofrer o atentado. Durante o sequestro, funcionários do motel identificaram o que estava acontecendo e acionaram a polícia. Houve negociação durante duas horas, mas antes de se entregar Eliezer atirou na cabeça de Weslayne.