HomeMaranhão Corpos de crianças devem chegar do Chile no fim de semana

Corpos de crianças devem chegar do Chile no fim de semana

Featured Video Play Icon

As autoridades chilenas investigam a responsabilidade pelas mortes das duas crianças maranhenses, ocorridas nesta segunda-feira (03), na Cordilheira dos Andes, no Chile. Elas foram atingidas por pedras durante um deslizamento. Os corpos só devem chegar no Maranhão no fim de semana.

Nesta terça-feira (04) as aulas na escola onde as meninas estudavam, na cidade de Bacabal, foram suspensas. Khalida Carvalho Trabulsi Lisboa, de 3 anos, e Isadora Pereira Bringel, de 7 anos, estavam em um passeio em companhia dos pais, na Cordilheira dos Andes. As autoridades chilenas investigam as responsabilidades.

As famílias estavam desde a semana passada no Chile e já se preparavam para retornar ao Maranhão, o passeio era um dos últimos roteiros do grupo no país.O avô de Khalida Trabulsi, o ex-prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa, deve chegar a Santiago nas próximas horas para auxiliar os parentes no traslado dos corpos, que só devem chegar a São Luís no fim de semana.

O grupo de turistas foi surpreendido por um deslizamento de rocha. As meninas chegaram a ser socorridas, mas não resistiram aos ferimentos. A morte das maranhenses ganhou repercussão na imprensa chilena e a governadora da Província de Cordillera chegou a declarar que o local visitado pelo grupo é perigoso e, por isso, é sinalizado de que o acesso não é permitido. Informação contestada por visitantes e pessoas que testemunharam o momento em que ocorreu o deslizamento de pedras, e afirmam que o local não está fechado para pedestres.